#BUVM no Sertão em 2018!

O que você procura?

30 de novembro de 2012

John Wesley - Reavivamento não deve ser momentâneo.

FOTO DO SITE: diariodejohnwesley.blogspot.com

"Eu me coloco em chamas, e o povo vem para me ver queimar" - John Wesley (respondendo à pergunta de como ele atraía as multidões)

"Eu considero todo o mundo como a minha paróquia; em qualquer parte que eu esteja, eu considero que é certo, correto e o meu sagrado dever declarar a todos que estejam dispostos a ouvir, as boas novas da salvação."- John Wesley

"Dai-me cem homens que nada temam senão o pecado, e que nada desejam senão a Deus, e eu abalarei o mundo." - John Wesley


(Citações do livro On Earth as it is in Heaven por Stephen L Hill)

Quem nunca ouviu falar sobre O Grande Reavivamento dos anos 1739 - 91? Eu! Por isso, tratei logo de me informar, pois coisa chata é estar no meio de teólogos e não entender do que conversam. Entretanto, é muito proveitoso buscar conhecimento. Confesso que penei um pouco, mas estou feliz de conhecer um pouco sobre John Wesley. Esse Reavivamento é mais que necessário nos dias de hoje, pois estes movimentos de "Encontro das Tochas", "Vigílias dos vasos"... Confesso: Me assustam!

Sei que há homens e mulheres de Deus que são pentecostais e possuem o dom de interpretação de línguas, visão e profecia, mas não aguento a profetada que briga por destaque nas vigílias, que faz colui entre si para vir quem enche mais a vigília tal ou quem prega mais num dia e arrecada mais financeiramente. Me pergunto se eles leem a Bíblia mesmo. Não julgo, mas tenho vergonha deles. Mancham o Nome de Jesus e pensam que entrarão na Cidade Santa. 

No entanto, ao estudar sobre o Wesley, me vi alucinada pelo chamado de "Reavivamento Wesleyano", pois esse servo de Deus ganhou muitas almas para Cristo com suas pregações. John Wesley pregou em mais lugares, a mais pessoas e durante um maior número de anos do que qualquer outro de sua época. 

Outra coisa que me fascinou, é que Wesley fez questão de que o "Reavivamento" fosse constante, como uma chama que não se apaga. Fez de tudo para conservar o fruto do reavivamento. Como um líder escolhido por Deus para este impressionante despertamento espiritual, Wesley só pensava em pregar e pregar e quantas mais almas ao Reino de Cristo Jesus, melhor!

Ontem, li no Facebook, uma citação muito propícia de meu amigo e ex-líder de mocidade, agora, pastor Carlos H. Bellucio Magalhães, que é líder de uma congregação na cidade de Eghan na Inglaterra, cidade que Wesley esteve presente e pregou e país natal do missionário. Pastor Carlos citava Wesley devido a famosa frase: "Nós concordamos em discordar".


Igreja onde John Wesley pregou em Eghan na Inglaterra.
FOTO de Carlos H. B. Magalhães.
Leia o que ele escreveu:

"O que muitos nao sabem eh que o incrivelmente popular ditado "we agree to disagree" foi criado por John Wesley, famoso pastor ingles do seculo XVIII, que deu origem ao Metodismo. Foi em um feroz embate teologico com seu amigo e tambem pastor George Whitfield sobre "predestinacao", que Whitfield disse: "Por que brigar? Eu iria contigo ateh a prisao e seguiria voce ateh morte, mas nao quero afronta-lo" ao que Wesley respondeu: "Very well, entao concordamos em discordar". Juntos eles ganharam meia-Inglaterra para o Mestre em sua epoca.

Wesley me faz lembrar que nos, cristaos, estamos espalhados em varias igrejas, cada qual com a sua doutrina. Se for para brigar, dentro ou fora do Cristianismo, brigue pelo que eh central - O amor de Deus, o perdao em Jesus, suas promessas eternas, uma relacao sincera e pessoal com ele. Nao discuta ou imponha coisas ridiculas e perifericas (Colossenses 2.6). Como dizia um professor do Harvest, meu seminario: "Cristaos devem concordar no que eh essencial, e ser tolerantes no que eh secundario". Assim, da proxima vez que quiserem enquadrar voce em algum costume sem base biblica, empurrar a ultima revelacao - "Deus purim" - daquela irma de Belford Roxo, ditar o que vestir, como adorar, que livros, filmes ou CDs digerir, em quem votar, que esporte praticar, que sanduiche do Bob's agrada mais a Deus, seja maduro e imponha limites da maneira mais crista. Abra um sorriso do tamanho do mundo e diga: "Ok, jah entendi. Nos concordamos em discordar"..."

Então, antes de me crucificar por não pensar igual a você, aceite que somos diferentes e o que temos em comum é CRISTO! Wesley provou isso com um pequeno grupo que se reunia para orar, estudar a Bíblia e encorajar um ao outro. Foi assim que John se tornou líder do grupo, que usava um sistema metódico (quase robótico se me permitem usar esta expressão), sendo assim chamados de Metodistas. 

Um momento que aconteceu com Wesley no Ano Novo de 1739, enquanto celebravam a "Santa Ceia" me fez lembrar de quando fui batizada com o Espírito Santo em meu primeiro retiro na Cidade de Petrópolis com o grupo Getsêmane e a Mocidade geral da ADERC (Assembleia de Deus do Rio Comprido). A Glória do SENHOR foi tão intensa naquele galpão cheio de caixas de madeira, que era quase impossível não cair "arrebatado" pelo Poder de Deus. Muitos jovens foram batizados naquela noite. Se eu não estiver enganada, 14 de nós voltamos muito alegres daquele retiro "Nas nuvens"; houve, principalmente, entre todos nós, mudança de comportamento, aperfeiçoamento de caráter e fidelidade à Palavra de Deus. 

Deixo abaixo, um trecho do livro O Fogo de Reavivamento de Wesley Duewel que diz:


"Cerca de três da manhã, enquanto estávamos orando, o poder de Deus caiu tremendamente sobre nós, a tal ponto que muitos gritaram de alegria e outros caíram ao chão (vencidos pelo poder de Deus). Tão logo nos recobramos um pouco dessa reverência e surpresa na presença da Sua majestade, começamos a cantar a uma voz: "Nós te louvamos, ó Deus; Te reconhecemos como Senhor".

Este evento foi conhecido como o Pentecoste Metodista e, a partir deste dia, um grande avivamento começou. 

Posso dizer o mesmo! Depois que nós fomos batizados em Petrópolis, quando retornamos, apesar de muitas vezes sermos chamados de "meninos na fé", nós trouxemos o avivamento conosco e toda a Igreja foi impactada pelo Poder de Deus. Fizemos evangelismos nos trens, nos hospitais, em hospitais psquiátricos, nos sinais de trânsito, na chuva, nos morros e comunidades debaixo de sol quente, pregando nas bocas de fumo e nas vielas, debaixo de viadutos, ligando interfones dos prédios e por telefones públicos gastando milhares de fichas, usadas na época (anos 80)... Foi impactante! Foi e é inesquecível e John Wesley reacendeu em mim estas memórias.

Afinal, o mesmo aconteceu com ele, três meses depois daquele grande reavivamento, já pregava para multidões de milhares aos 22 anos de idade. As multidões aumentavam diariamente até chegar a vinte mil ouvintes. Dos mais ricos aos mais pobres, todos ouviam seja sentados ou em pé, dentro de carros ou sentados em árvores, mas todos ouviam a Palavra e eram levados a chorar, conforme o Espírito de Deus descia sobre eles. Não era emocionalismo, como alguns possam pensar, mas alegria em sentir a presença do Altíssimo.


Para Wesley, o importante era que as pessoas se convencessem, através do Espírito Santo, que tinham que se arrepender de seus pecados. As pregações eram tão inflamas, que homens e mulheres, dentro e fora dos prédios das igrejas eram impactadas pelo Poder de Deus. Wesley orava em favor de todos.


O importante querido é que a evangelização não páre, independente da igreja a qual você faça parte. Pregue a tempo e fora de tempo. Não importa a diferença teológica e os costumes... Jesus precisa ser anunciado. A salvação vem pela fé em Jesus Cristo e seu arrependimento sincero. Seja um líder e pregue para todos!

29 de novembro de 2012

Pr. WANDERLEY ALMEIDA E O PROJETO BOAS NOVAS.



 
“Tive fome, e me destes de comer, tive sede e me
destes de beber, estava nu, e me vestistes”


De um modo geral todo pastor, todo líder, todo membro de igreja compreende claramente a ordem de Jesus “ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura” e “vinde após mim e eu vos farei pescadores de homens”, mas poucos são os que obedecem a ordem de Jesus, pois não sabem como obedecer a este chamado.

O PROJETO BOAS NOVAS e a AMME EVANGELIZAR ensinam os candidatos a vivenciar missões, métodos eficazes de evangelização para que cada um possa cumprir seu chamado e ministério de evangelização que é o principal chamado de todos nós.

Este treinamento é muito eficaz, pois ajuda a igreja a envolver seus membros num grande movimento de evangelização (cruzadas). A igreja recebe materiais excelentes gratuitamente, dispondo de capacidade para alcançar pessoas através de um evangelismo com verdadeiro conteúdo bíblico, demonstrando estratégias modernas e resultados reais com as vidas alcançadas.

O site oficial do PROJETO BOAS NOVAS afirma que é um ministério cristão interdenominacional cujo propósito é anunciar o evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo ao maior número possível de pessoas nesta geração, com o objetivo de levá-las a fé pessoal no Deus Vivo, em obediência amorosa ao mandamento expresso na grande Comissão (Marcos 16:15 e Mateus 28:18-20).

É liderado por Wanderley Almeida que desde março/1978, tem dedicado sua vida à obra missionária, já tendo proclamado o Evangelho em centenas de cidades brasileiras. É membro da Igreja Cristã Verbo em Jacarepaguá (RJ), membro do conselho ministerial da Igreja Missionária Boas Novas e coordenador dos projetos sociais e de evangelização da AMFISER, uma organização cristã não governamental(ONG) que atua nas áreas de educação, cultura, esportes e formação profissional, principalmente de crianças, adolescentes e jovens em situação de risco e vulnerabilidade social.

Pare de reclamar e faça logo um treinamento!

Wanderley Pinheiro de Almeida

Missionário e Capelão Evangélico

Coordenador do Projeto Boas Novas



Tels: 21.3287-2795 / 7120-6843(vivo) / 8052-0537(tim) / 8797-4272(oi) / 9052-0537(claro)

Sites: www.projetoboasnovas.net / www.colheita.net / www.missionarios.com

Caixa Econômica Federal – Agência 0205, c/c 7800-3.

Dica de Leitura: Contos do Campo Missionário.


Título: Contos do Campo Missionário
Autor: Oswald Smith
Editora: Vida
Categoria Missões

Essa semana tive que orar e muito em prol de entender o por quê de as pessoas insistirem em achar que só conhece o Campo Missionário quem já esteve nele. Eu discordo! Campo Missionário qualquer um pode conhecer através do relato de um missionário, através de fotos... Agora, a situação de um campo missionário e as dificuldades pessoais de um missionário, sim, só ele pode contar.
O livro de Oswald Smith fala da necessidade da Igreja reconhecer que sua principal responsabilidade é a pregação do Evangelho. Na contra capa é possível ler: "Aqui está um mundo novo para muitos leitores, uma região que nunca imaginaram que existisse."; "As histórias deste livro se destacam pela temática missionária que nela transparece. São histórias verdadeiras de homens e mulheres que Oswald Smith teve a oportunidade de conhecer." afirmou Harold Ockenga .

É um livro muito impactante que mostra o Campo Missionário com uma visão bem evangelística através de relatos de outras pessoas (outros missionários) e que pode ser repetida em qualquer lugar do Mundo por qualquer pessoa. Como eu faço agora! Autor de vários hinos, Oswald Smith parece ter louvado em cada frase que escreveu. Smith edificou a mais poderosa igreja evangélica do Canadá com suas atitudes e livros. Um missionário nato, que alcançou mais de dois milhões e meio de pessoas com seus livros, ajudando muitos futuros missionários e teólogos a pregarem o Evangelho de Jesus Cristo. Chegou a ser chamado de "Sr.Missões".
O Campo Missionário tem sido alvo de aventureiros. Pessoas despreparadas, que vão sem autorização de seus pastores, desvinculados de igreja, de agências missionárias... Esperam sobreviver com doações voluntárias sem qualquer treinamento. No entanto, basta opinar sobre este assunto e chovem frases de retaliação. Muitos acham que só se pode falar de Campo Missionário quem lá esteve, que só tem propriedade para falar neste assunto que foi missionário fora do país. Eu discordo!
Eu acredito que Campo missionário é qualquer lugar onde você fale de Jesus Cristo. Claro que há diferenças, aqui não vivemos de manutenção de igreja ou doação de mantenedores como muitos amigos meus hoje dependem e aqui os divulgo, mas podemos tratar sobre esse assunto sim! Não confundam desobediência com causas naturais que podem acontecer no campo de missões.
Este ano, uma missionária amiga minha sofreu com uma infecção intestinal na África, outro combate a Dengue na selva que se encontra, tem ainda a que tenta se acostumar as tempestades de areia e outra que não se acostumou com as chuvas provenientes de monções, mas estão no Campo. Não desistiram e apesar das dificuldades, nenhum deles pragueja contra pastores ou igrejas, nenhum reclama da situação que se encontram... Ao contrário, contam com bravura as dificuldades e enaltecem o Nome de Jesus Cristo com seus feitos: almas para o Reino e, com isso, alcançam mais e mais mantenedores voluntários.
Então, vamos deixar de ser insensatos e parar com esta ideia elitista de que Campo Missionário pertence a quem já esteve nele. O Campo Missionário é uma coisa, as dificuldades no campo são outras!

“Disse-me ainda: Não seles as palavras da profecia deste livro, porque o tempo está próximo. Continue o injusto fazendo injustiça, continue o imundo ainda sendo imundo; o justo continue na prática da justiça, e o santo continue a santificar-se. E eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras” ( Ap 22: 10,11 e 12).

Nós, como cristãos, queremos receber de Cristo o nosso galardão, mas para isto precisamos prevalecer na prática da justiça e da santificação. A vida missionária é difícil em qualquer campo missionário. Nunca esteve fácil e, todos os dias, é carente de milagres. Sempre lemos relatos de que pastores são mortos, missionários são presos, missionárias são estupradas e casas pastorais são invadidas por extremistas e saqueadores.


Todos ficamos assustados só de ler, imagine quem passa pela situação de perseguição extrema. No entanto, sejamos sinceros... Podemos ler sobre perseguição na Bíblia e fortalecer-nos, mas não podemos ler sobre perseguição atual e nos encorajarmos? Que hipocrisia!
Missionários no Brasil e no Mundo dependem, principalmente, de nossas orações e também contribuição. Você não precisa ser missionário de "carteirinha" para conhecer o campo missionário e suas dificuldades, mas precisa ter o coração e a mente prontos a orar, ofertar, divulgar e, se possível, se especializar e ir!
Se porventura você não pode ajudar financeiramente, com certeza você poderá orar e divulgar, e fazendo assim você será um canal de Deus para fazer justiça principalmente aos servos de Deus que se disponibilizaram a viver pela vida de outra pessoa, para que ela possa alcançar o Reino dos Céus!
Faça sua parte e pare de criticar quem faz!

21 de novembro de 2012

PAULO H. CUNHA - NOVO CAMPO: ITÁLIA!



Gostaríamos de pedir que continuem orando pelo missionário Paulo Henrique Cunha e sua família, que seguiram para mais um novo campo missionário, após um período em Portugal. Nossos irmãos estão na Itália, onde de 33.500 comunidades, apenas 1.500 têm um testemunho (igreja) evangélico estabelecido.

A Itália, assim como Espanha e outros países europeus restringem muito a implantação de igrejas evangélicas em seu território. É um país, acreditem, muito ateu. Desacreditado de Deus. Muitos de seus cidadãos apesar da história de Cristianismo no país, não é cristão. É ateu ou professa outra fé.

Desde que o missionário e sua família saíram de Portugal e fixaram residência em solo italiano, dormir tem sido difícil. "Durante o tempo que estamos morando aqui teve algumas poucas noites que não conseguimos dormir direito, sentindo como que uma grande pressão espiritual. Porém, nestas últimas semanas isto tem sido mais frequente. Não sou daqueles que gostam de “espiritualizar” todas as coisas, mas não se pode negar que estamos em uma batalha espiritual (Ef 6.12)".

Na falta de sono, o missionário passa as madrugadas em oração. Missionário tem que orar e orar muito. Sempre citamos isso aqui no UMA VISÃO MISSIONÁRIA. A verdade é que a pressão espiritual existe e deve ser combatida com jejum e oração. Nossa força provém de Deus. Devemos sempre buscar nos fortalecer nEle, principalmente através da Palavra de Deus. Como afirma o pastor e missionário Paulo H. Cunha: "Não é algo que dê para se explicar, mas estou certo que alguns irmãos já passaram por situações semelhantes. Por isso, pedimos que nunca se esqueçam de nós em vossas orações".


Enquanto esteve no campo português, na Igreja Baptista de Cascais, não era diferente, mas sempre quando nos colocamos em um novo campo missionário, a pressão espiritual é imensa. Estar envolvido com missões, evangelismo, jejuns, orações e discipulado causa ataque do nosso Inimigo (Satanás), que nada satisfeito, fará de tudo para atrapalhar e um dos ataques é na área espiritual.

Deixo abaixo, uma parta do E-mail que recebemos de nosso irmão em Cristo e que conta com sua leitura, apoio, divulgação e contribuição.

***
Palavras do Missionário e Pastor Paulo Henrique Cunha:

Orem também pela programação especial de Natal que os  nossos missionários na Índia estarão realizando em diferentes lugares e vilas de West Bengal. No ano passado cerca de 12.000 pessoas puderam ouvir a mensagem de salvação neste período, com mais de 200 conversões, além da distribuição de comida para cerca de 750 crianças. Neste ano, além de aproveitar a oportunidade para compartilhar o evangelho com hindus e muçulmanos, um dos alvos é dar uma refeição especial para cerca de 3.000 crianças.

Nós precisamos muito das vossas orações e apoio, principalmente com relação ao nosso sustento mensal. O valor que entra mensalmente em SEMIPA para o nosso sustento é de pouco mais de 50% daquilo que precisamos para nos mantermos, lembrando que o custo de vida na Itália é muito caro. Só tem sido possível estarmos aqui, pois durante o tempo que estávamos no Brasil foi possível fazer uma reserva em caixa, de maneira que SEMIPA tem nos enviado mensalmente o valor que precisamos para nos mantermos aqui. O problema é que este valor de reserva está se esgotando rapidamente. 

Por favor, estejam orando para que Deus levante novos mantenedores para completar o nosso sustento. Talvez você conheça outra pessoa ou igreja que possa e queira nos ajudar. Toda e qualquer ajuda é sempre bem-vinda. Para os que desejam nos apoiar na obra missionária, basta entrar em contato com SEMIPA pelo tel. (24) 2224-2448 ou pelo e-mail: contato@semipa.org.br.

Além disso, missionário não recebe salário, recebe sustento. O sustento é o mínimo que ele precisa para viver dignamente. Assim quando surgem despesas inesperadas as coisas podem se complicar. Eu evito até onde é possível compartilhar nossas dificuldades, mas gostaria de pedir que os amados irmãos estivessem orando por algumas necessidades que temos:



* Por nossa saúde. Tivemos alguns gastos elevados com médicos e remédios, que não estava previsto no nosso orçamento mensal.



* Apesar de estarmos ainda no Outono, já está fazendo muito frio. Precisamos comprar mais agasalhos, principalmente para os nossos filhos.



* Como os irmãos já sabem conseguimos comprar um carro (ano 96) por um preço muito baixo (400 euros) e dividido em três vezes, mas até o momento não tivemos condições de fazer alguns reparos necessários. Orem, pois o carro é muito útil para nosso ministério aqui.


Pr. Paulo Henrique, Alessandra, Matheus e Lucas.




PROJETO SEARA ITÁLIA



Para ser um mantenedor deste projeto, entre em contato
com SEMIPA, pelo Telefone (024) 2224-2448 (horário
comercial) ou pelo e-mail: contato@semipa.org.br.
Você receberá um carnê com boletos bancários, que
podem ser pagos em qualquer Banco, e, também,
mensalmente, as nossas cartas informativas pelo correio.


Escreva para nós através dos e-mails:



ppaulo_henrique@hotmail.com
ppaulohenrique@gmail.com
alessandraccunha@hotmail.com

Para contribuir:


Banco do Brasil Ag 3159-3 C/C 6573-0 ou Banco Itaú Ag 6116 C/C 00485-1 (Paulo Henrique P. Cunha)


Banco do Brasil Ag 3470-3 C/C 6927-2 ou Banco Itaú Ag 6116 C/C 10124-4 (Alessandra Carvalho Cunha).


18 de novembro de 2012

Pr. TEÓFILO KARKLE - NATAL MISSIONÁRIO NO CHILE.


NATAL MISSIONÁRIO
Escritor Pr. Teófilo Karkle

Os Missionários são um tipo de pessoas muito especiais, principalmente aqueles que por conta própria saem pelo mundo para salvar vidas de estranhos, de pessoas que nem falam sua língua e de pessoas que nem mereceriam a salvação, se não fosse o amor de Jesus.

É uma multidão de oitenta e cinco mil pessoas que morrem cada dia no planeta terra, para alguns isso é apenas uma consequência natural, de uma população envelhecida, mas para o Missionário são oitenta e cinco mil oportunidades perdidas de falar de Jesus.

Se existe pessoas que exercitam a Fé somos nós os Missionários que não temos salário, nem INSS, nem seguro de vida, nem casa pastoral, nem cartão de créditos, mas aceitamos a ordem de Jesus de ir pelo mundo todo pregando a sua palavra. Bastante foi um toque no nosso coração por este tema, que já nos desprendemos de tudo e de todos, para obedecer ao que todos deveriam obedecer, que só a minoria faz para evangelizar.

Podemos dizer algo especial, emitindo elogios próprios, ou autoelogios, que o Missionário é o Cara. Cara bravo e desbravador, cara de coragem que não fica alisando banco de congregações estabelecidas e ricas. Quem o fez assim? Jesus o chamou e o capacitou para essa tarefa que será na eternidade grandemente recompensada.

Hoje fui surpreendido por um judeu de 37 anos que não sabia o que era um Missionário? Ele me falava que uma geração é de 70 anos e que em 2018, Israel vai completar essa idade como Nação (1948-2018) e me dizia dos sinais que indicam que Jesus esta voltando: Terremotos, Guerras, Pestes, Falsos Cristos. Eu dizia a ele que há outro sinal da vinda de Jesus, esse sinal é o que nós estamos fazendo aqui no Chile como Missionário. “E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim”.  (Mateus 24.14)

Muitos falam de Natal no natal, alguns corrigindo o comercio embutido nele, outros defendendo a fraternidade que deveria existir. Uns pedindo presentes para milhares de crianças carentes. O mais comovente será o mais atraente. O mais pobre será o mais abastecido. E os Missionários longínquos serão os mais esquecidos? 

Enquanto Deus não levantar uma pessoa que clame em nosso nome, nós mesmo, munido de dignidade vamos fazendo conhecido que o Natal Missionário existe e somos dele necessitados. Se só forem lembrados dos pobres do sertão e dos ribeirinhos, algo esta errado. Se só forem abençoados a Missionários cadastrados e colegiados em instituição Missionária, algo esta incompleto. Pois somamos mais o número de missionários pela fé do que os assalariados.

Quantos missionários afiliados e adotados serão levados as suas bases para receber presentes e abraços, onde serão levados a lojas para serem vestidos do pé a cabeça, nós vamos continuar aqui no meio da guerra, nem tem como descer do muro, (palavras de Esdras) não é bom, não é sábio o Missionário abandonar suas trincheiras pelo natal, nem mesmo pelo funeral. O Natal Missionário deve chegar às suas mãos, onde ele esta, com justiça, com equilíbrio, com bondade, um não pode receber mais que o outro. Um não pode ser lembrado em desmedro ao outro.

Missionário chamado por Deus é uma pessoa que aprendeu a chorar e que suas lagrimas criam na sua alma anticorpos de resistência. As promessas feitas a um Missionário verdadeiro faz dele uma criança que fica no pé até receber a benção prometida, não são muitas, mas não deixaremos nenhuma delas tranquila até ver o seu comprimento realizado.

Cremos que o Missionário deveria participar do Natal de muitas famílias, mesmo eles estando ausentes naquele jantar da véspera do natal, ou naquele almoço no dia do Natal. As famílias tradicionais e organizadas sempre capricham, enfeitam uma árvore de natal, preparam comidas especiais e compram presentes uns para os outros, colocam musicas, roupas novas, cortinas, toalhas.

As famílias com maiores recursos no natal sempre se lembram dos orfanatos, dos asilos, das crianças com câncer, dos menos possuídos, isso é lindo, isso é Bíblico, isso é louvável.

Como Missionários modernos que somos, e que sabemos fazer bom uso da Internet, vamos postar e imortalizar estas linhas em vários sites que podemos publicar gratuitamente, nosso clamor bem nesta época do natal. Estamos abrindo nossa boca e nosso coração com elegância e com lágrimas, para dizer na mídia que Missionário também merece ser lembrado no Natal. Podemos até aceitar ser esquecido nos 364 dias no ano, mas que neste dia 359 onde faltam apenas 6 dias para terminar o ano, sejamos lembrados não na teoria, mas no exercício do amor Cristão.

Cremos que poucos entenderão o que temos feito durante todo o ano de 2012, tomado recursos de ofertas que tem sido enviada a nós e destinado para a Compra de Bíblias em espanhol para doar aos que não tem condições de ter uma Bíblia. Durante os meses do ano, lembramos a nós mesmo de que precisamos de roupa, de sapato, de tratamento dentário, mas preferimos deixar isso em segundo plano. Isso é coisa de Missionário crente, fiel a Deus, com um coração contrito para com os necessitados.

Deus viu essas condições em nós e considerou que éramos capazes de repartir do pouco que temos com os demais. Como aconteceu hoje de nós compartilhamos de uma pequena compra com uma família da nossa igreja.

Deus é a nossa inspiração destas palavras emotivas, e com muita fé desejamos que estas palavras possam encontrar pelo menos uma dezena de famílias brasileiras que nos inclua no seu natal, a final somos pessoas simples, econômicas, que temos aprendido com Deus a ser alegre com pequenas coisas, como aconteceu hoje de encontrar o primeiro rabanete de uma pequena horta que semeei no quintal da minha casa.

Se tivesse que escolher entre uma vida estável, com um salário seguro e uma boa moradia no Brasil, eu escolheria de novo estar no Chile pela fé, pelo amor e pela coragem. Não é fácil depender de que alguém veja nossos escritos, de que alguém curta uma de nossas fotos e que nos envie uma frase de interesse perguntando algo sobre nós. Ainda assim corremos o risco de receber apenas uma promessa e ficar no esquecimento, como já aconteceu muitas vezes infelizmente, mas ainda bem que Deus não se esquece de nós nunca.

Uma das dificuldades que um Missionário enfrenta é esquecer uma Promessa feita a ele e que foi negligenciada.  Isso acontece de vez em quando. Uma promessa esquecida continua machucando nossos corações, mas não perdemos a Fé. Promessas assim fracassadas ainda nos faz mais forte, mais esperançoso.

Não pedimos que cem famílias nos inclua neste Natal como um integrante de sua família, apenas pedimos uma dezena. E agora, onde encontrar essa família? As que estão na Internet, de repente estão tão efusivas com as suas coisas, que frases de Missionários, fotos, pedidos, artigos, noticias, são passadas por cima e rapidamente se busca outro foco para esquecer esse clamor missionário.

Ainda temos os Detratores de Missionários, que não estão no nosso sapato, por tanto falam coisas que não sabem. Estão desprovistos de sentimentos de Misericórdia e Amor.

Natal Missionário é uma excelente ideia para colocar em pratica o amor de Cristo. É uma oportunidade de ouro para cumprir com alguns requisitos da Bíblia: Dei de comer, vesti, visitei o enfermo, lancei o meu pão sobre as águas, reparti com sete e até com oito. Cuidei do Missionário como o Samaritano cuidou do ferido, dei minha cavalgadura para ele, levei numa estalagem, paguei dois dias sua manutenção e vou receber o que gastei a mais quando regresse o Senhor Jesus.

Faça o seu Natal este ano mais especial, mais alegre, inclua na sua lista de presentes o Missionário, inclua ainda que virtualmente o Missionário no teu jantar de Natal e de Ano Novo. Jesus ficará muito feliz contigo, senão pergunte a ele, por que essa carta esta batendo na porta do meu coração? Não será que Deus te deu a ti para que você possa nos dar a nós?

Para certas famílias ser um Missionário, não significa nada, para outros é um tipo de pedinte que chora, para outros, uma pessoa sem futuro, sem emprego. Mas para Jesus somos os seus escolhidos por isso ele não nos deixa faltar nada.

Sei que teria algumas famílias que gostaria de ter nós presente neste natal, mas a distância, o tempo, os custos para deslocar são altos. A família assim gostaria de propor que estamos presente virtualmente, nos seus corações, nas suas orações. Nosso país de Missões está longe de vocês, mas nossa conta bancaria esta perto, vai que você vive perto de um banco do Brasil? Vai que você sabe fazer transferências bancarias via internet?

Sendo assim é muito fácil neste Natal, mesmo sentado em frente ao seu computador digitar nos espaços correspondentes estes números: 3078-3 para agencia e 18491-8 para a conta corrente do Banco do Brasil.

Não deixe sua mente agora divagar entre tantas instituições que pedem ajuda no Natal, seja sábio e deixa Deus te usar nesta exclusiva ocasião. Faça o maior Natal da sua vida, o chame pelo seu nome: Natal Missionário, pois Deus estará ordenando as bênçãos para o ano de 2013 também pelo seu nome.

Não veja a distância como um obstáculo, não veja o Natal apenas como algo comercial, veja o Natal como uma Oportunidade para abençoar a vida dos Missionários.




15 de novembro de 2012

BLOG UMA VISÃO MISSIONÁRIA É RECONHECIDO MAIS UMA VEZ


Esta semana tivemos mais uma surpresa boa no blog. Recebemos divulgação no site Agenda dos Blog's de Magda Moreira. O Agenda dos Blog's é um divulgador dos mais diversos blog's e de todas as categorias e assuntos.

Deixamos aqui o nosso agradecimento a todos que já conheciam nosso trabalho e aos que chegarem até aqui por conta deste reconhecimento e divulgação do site de Magda Moreira. Nosso muito obrigada!


13 de novembro de 2012

Missª. Jussara de Macedo - Capacitação Missionária sobre o Islã no Brasil.

Mesquita Omar Ibn Al-Khattab em Foz do Iguaçú no Paraná.
Brasil minha gente!

Um 1,3 bilhões de muçulmanos no Mundo nunca ouviu falar em Jesus Cristo. No Brasil, segundo o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 35.167 brasileiros aderiram ao Islã. No entanto, segundo o Wikipédia o "número de seguidores é muito superior a isso".

A Federação Islâmica Brasileira defende que há cerca de 1,5 milhões de adeptos no país. A maior parte dos muçulmanos vive em São Paulo, mas há um grupo considerável no Paraná. Muitos vieram fugindo de guerras e estabeleceram residência em nossos país, outros nasceram aqui, ainda outros são adeptos recentes.

A missionária Jussara de Macedo, Diretora e coordenadora da Escola de Missões Ágape de Cristo (EMAC) participou de um treinamento muito importante organizado pela Agência SEMEAR, em julho de 2010, onde pode ter capacitação Teológica e Idiomas, enfatizando o Ministério de Missões com prática em trabalhos sociais e voluntariado.

O curso aconteceu em Foz do Iguaçú/PR, que é uma cidade quase árabe por concentrar uma quantidade enorme de adeptos do Islã. O Paraná é onde há maior concentração da comunidade islâmica do Brasil devido a Mesquita Omar Ibn Al-Khattab.


Através da SEMEAR, o candidato a pregar sobre Jesus Cristo recebe base bíblica de Missões, conhece a História e a Cultura Missionária, treina estratégias, conhece sobre capelania, participa de evangelismo criativos, reconhece as religiões no Brasil e no Mundo, tem aulas de Libras (Linguagem de Sinais), tem introdução à Teologia, situa-se em relação aos problemas contemporâneos de nossa sociedade e das demais sociedades, aprende sobre liderança e tem aula de idiomas (Inglês, Espanhol e Francês) que é importantíssimo no Mundo Contemporâneo que vivemos.



Difícil acreditar nestas fotos?
Mas são todas aqui no Brasil!
Não é nenhum país extremista ou perseguidor de missionários.
Nosso país é tão abençoado que pode receber pessoas do Mundo todo, sem descriminação, vindas para retomarem suas vidas e terem liberdade religiosa. Graças a esta liberdade, nós podemos falar de Jesus para eles e eles podem se manifestar a favor ou não, sem agressões físicas, sem bombas, sem perseguição.





Já falamos várias vezes aqui no BLOG UMA VISÃO MISSIONÁRIA... Missionário sem treinamento dificulta a difusão do Cristianismo, causa problemas aos seus líderes e pode atrapalhar a obra do IDE. 

Missionário somos todos nós, mas a pessoa que tem o chamado e é vocacionada a viajar para fora de sua cidade ou país tem a obrigação de buscar meios de treinamento eficaz, que possa ajudá-la na hora em que estiver no campo missionário. 

Lembrem-se: as batalhas espirituais são enormes! Sem jejum, sem oração, sem disciplina, sem TREINAMENTO... Infelizmente, você perece!


Não se aventure em viagens que Deus não lhe enviou. Prepare-se como a Missionária Jussara de Macedo (Haja Hope). Esteja sempre atualizado. Faça a diferença e não seja a diferença no ambiente missionário.


A EMAC é nossa parceira na divulgação do Evangelho de Jesus Cristo e precisa de apoio para reconstrução de sua sede que foi abalada com as fortes chuvas no início do ano aqui no Rio de Janeiro. Se puder cooperar com esta obra, acesse o site oficial e se informe.
http://escolamissionaria.org/


EMAC
BANCO BRADESCO S/A - AGÊNCIA: 212 – 7 - C/CORRENTE: 111651 – 7 - 
Favorecido: ESCOLA DE MISSÕES ÁGAPE DE CRISTO
Fonte: 



11 de novembro de 2012

CARLOS H. B. MAGALHÃES - SOBRE FOLHAS E FRUTOS


Neste domingo de primavera no Brasil, eu deixo com vocês um fim de outono em Londres (Inglaterra) através deste texto do meu amigo e pastor Carlos H.B. Magalhães do Ministério Aliança em Egham. Pastor Carlos Magalhães foi meu líder de mocidade na ADERC (Assembleia de Deus Rio Comprido) e, hoje, cumpri o IDE de Jesus Cristo ganhando almas e apascentando vidas na Inglaterra.



No Outono da Inglaterra, um deslumbrante colorido de folhas marrons, vermelhas, laranjas e amarelas despenca pouco a pouco dos céus enquanto a terra se prepara para o frio e escuro Inverno. Outro dia, andando pelas ruas da vizinhança cheias de folhas, me ocorreu que ha um equivoco neste encantamento todo: De fato, não deveriamos julgar as arvores pelas belas folhas coloridas, mas pelos frutos que elas produzem. Lembrei que os frutos mais saborosos se encontram em arbustos e arvores de folhas modestas. 

Jesus, em Mateus 7.16-20, nos ensina que esta verdade de folhas e frutos também se aplica a nos. Ele nos alerta que a verdadeira essência das pessoas se observa atraves de atitudes, não palavras. Nao acredite em tudo que voce ouve nas ruas, nas escolas, nos escritorios e nos púlpitos: Vivemos dias de muita folha e pouco fruto, de esquisitices e uma busca frenética por reconhecimento e gloria humana, formula que convem a fari
seus, não a cristaos. Nao se engane: O Reino cresce silencioso, disse o Mestre (Lc 13.21). 

Compare o discurso com o proceder. Fuja de pregadores de prosperidade a beira da bancarrota, conselheiros familiares que são maus pais, maes e filhos, arautos do amor e seus rastros de destruição, evangelistas que nao vemos nas pracas, profetas com misterios tao misteriosos que o próprio Deus ainda trabalha para decifra-los e traze-los de volta a "simplicidade e pureza que ha em Cristo" (2 Co 11.3). Nada disso eh a fé verdadeira - Eh exatamente o que Jesus veio denunciar. 



Lembre-se que as folhas caem na estacão propria. Mas os frutos matam a sede, a fome e dão crescimento. Que venha o Inverno!

(FOTOS DE CARLOS H. B. MAGALHÃES)

9 de novembro de 2012

MISSª. CÉLIA PEREIRA E A MISSÃO JOCUM NO QUÊNIA.


Em maio e junho deste ano, eu tive o prazer de expor aqui no UMA VISÃO MISSIONÁRIA dois artigos sobre o lindo trabalho desenvolvido pela missionária Célia Pereira no Quênia, país do continente africano.

Tive um retorno muito positivo. Várias pessoas enviaram e-mail's pedindo atualização, para saberem como estava o trabalho realizado no Projeto Casa Lar. Eu fiquei muito emocionada, pois é um trabalho belíssimo, mas a falta de tempo me impediu de expor fotos e publicar as cartas missionárias que recebi da irmã da missionária Célia, irmã Dorinha. 

Sinta-se impactado com a carta abaixo, como eu estou até agora. Você reclama de sua EBD, precisa ler o que aconteceu com a EBD infantil de uma igreja evangélica no Quênia. Você reclama de conflitos entre famílias ou de ter que votar nas Eleições... Precisa ler o que é conflito entre tribos e os perigos de se manter a democracia em um país afetado por extremistas.

Bem... Leiam a carta que recebemos, curtam as fotos e se puderem, contribua com uma oferta de amor. O número da conta está no fim da postagem. Não há intermediários. A conta pertence à missionária Célia.

***

CARTA MISSIONÁRIA – PROJETO CASA LAR NO QUÊNIA / ÁFRICA



Nairobi, 04 de outubro de 2012.


“O Senhor é fiel em todas as suas promessas, e é bondoso em tudo o que faz” (Salmos 145:13b).





Querido (a) irmão (ã) como está você? Graça e paz em Cristo Jesus!

Louvamos ao Senhor, porque Ele é fiel e bondoso para conosco, temos provado da sua fidelidade e amor todos os dias, temos também visto o amor de Deus por nós por meio da sua vida, que nos dá suporte em orações e contribuição financeira. Agradecemos a Deus pela sua vida!

A missionária Dorinha, minha irmã, esteve aqui conosco durante o mês de agosto/2012 e foi muito bom. Obrigada a todos que oraram por ela, tudo correu muito bem e ela está de volta ao Brasil com sua família.

As crianças estão de volta à escola para o último período do ano letivo. Todos estão aprendendo muito, especialmente o Lucas que está aprendendo o alfabeto em inglês e os sons das letras, é muito interessante vê-lo tentando formular novas palavras com os sons que aprende. Não foi possível para o Julian ingressar na universidade em setembro desse ano, ele não conseguiu terminar tudo o que foi pedido para o diploma de ensino médio, mas agora ele está se esforçando para concluir a tempo de começar a universidade em janeiro/2013.

Mutave terminou a ETED (Escola de Treinamento e Discipulado) da missão JOCUM. Ela viu a mão de Deus com ela e muitas pessoas se converteram durante o prático, que foi no Quênia, Uganda e Burundi. Pessoas foram curadas, um homem cego tornou a ver, e ela está crendo que Deus quer que ela continue em missões na área de aconselhamento. Por favor ore por ela, o único curso que ela encontrou foi na JOCUM da Uganda, mas só começa em maio/2013, então ela vai usar o tempo para fazer também um curso de cabelereira, aqui perto de casa. Ela também está de amizade especial com um rapaz da Alemanha, os dois querem trabalhar na obra do Senhor, ele está fazendo seminário teológico. Por favor ore para que Deus os direcione no caminho que Ele tem preparado.

Teremos eleições no mês de março/2013, estamos contando com suas orações desde já, para que não haja violência e mortes como da outra vez em 2008.

Por favor também ore pelo casal Miriam e Mutua que estão esperando na base da JOCUM, eles foram treinados para a próxima casa do projeto, serem os pais de mais doze crianças, mas porque nos mudamos para Nairobi, e por causa da insegurança do lugar, onde a casa estava sendo construída, está difícil saber o que eles podem fazer.

No mês passado houve um conflito entre tribos em Tana River e 170 pessoas foram mortas e agora 12 mil pessoas estão como refugiadas no próprio país, porque tiveram de fugir para salvar suas vidas, agora eles estão em tendas, sem água, comida, escola, hospital, etc..

Continue a orar pelo Quênia, que tem sido atacado com bombas constantemente pela Somália, país vizinho ao norte. No último domingo mais um templo evangélico foi bombardeado. Atacaram a classe de crianças e várias delas ficaram feridas e uma morreu.

Nosso desejo e oração é que Deus te abençoe ricamente com todas as sortes de bênçãos celestiais. É um prazer poder contar com você!

No amor do Senhor Jesus Cristo,

Peter, Célia, Julian, Mutave, Wanja, Wambua, Kalondu, Bernard, John, Shiro, Shalanna, Mbithe e Lucas.



Conta Corrente – Bradesco
Agência 0462-6, conta 00073357-1
Célia Maria Pereira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

RESPEITE OS CRÉDITOS!!!

Por favor, respeite os direitos autorais e a propriedade intelectual (Lei nº 9.610/1998). Você pode copiar os textos para publicação/reprodução e outros, mas sempre que o fizer, façam constar no final de sua publicação, a minha autoria ou das pessoas que posto aqui e que, muitas vezes, aqui escrevem. Afinal, algumas postagens do "Blog Uma Visão Missionária" trazem imagens de fontes externas como o Google Imagens e de outros blog´s.

Se alguma for de sua autoria e não foram dados os devidos créditos, perdoe-me e me avise (pahesa.andrade@gmail.com) para que possa fazê-lo. E não se esqueça de, também, creditar ao meu blog as imagens que forem de minha autoria.

Projeto MICRI e a Expedição Missionária Piauí

Chamado Missionário?

Aniversário do Blog!

Missões Uruguai em Treinta y Trés.

Expedição Missionária Piauí.