Congresso CBM

Congresso CBM
23 a 27 de outubro de 2017

Participe e nos ajude a levar doações aos nordestinos em janeiro de 2018!

Participe e nos ajude a levar doações aos nordestinos em janeiro de 2018!

QUAL É A SUA DESCULPA?

QUAL É A SUA DESCULPA?
Faça Missões! Obedeça a Ordem de Jesus Cristo.

Seguidores

O que você procura?

29 de abril de 2016

EUA - Boston e o desafio de se falar sobre Missões.

https://en.wikipedia.org/wiki/Greater_Boston

Fazer Missões nos EUA parece ser fácil, mas é muito difícil. O povo é frio, não tem interesse em estar nas igrejas. O que funciona mesmo é o culto no lar... Muitas outras dificuldades existem e para levantar recursos  e ter acesso a líderes de missões e pastores é uma peregrinação. Obter espaço para falar de missões é sempre um desafio. Ou você vai conhecendo um membro de igreja e é indicado por ele ou o Senhor Jesus te fará conhecido, porque de si mesmo você entrará nas igrejas e sairá sem ser notado.

Algumas igrejas em Boston tem aberto suas portas para ministração sobre curso de evangelismo e aguardam ansiosos os professores para que sejam encorajados a evangelizar entre as comunidades de imigrantes na região de Boston.

A igreja tem tido a oportunidade de fazer discípulos entre pessoas de todo o mundo que vão à Boston. Tenho amigos e parentes que foram para lá em busca de uma vida melhor. Só que acabam meio perdidos espiritualmente, pois as igrejas americanas são muito divididas. Igrejas partidárias... Imigrantes dificilmente tem chances de congregar numa igreja do Sul do país ou do Norte. Geralmente, brasileiros congregam em igrejas brasileiras que ali funcionam ou em igrejas de língua espanhola.

Uma das coisas imprescindíveis para se manter nos EUA é a aquisição da língua e aprender sobre vivência em terras estrangeras. 


"Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos.

Muitos não entendem a necessidade de pessoas para o treinamento missionário e mobilização de igrejas e por conta disto não enxergam a necessidade de sustento financeiro para os que realizam trabalho de base, mas cremos que o Senhor tem mudado a mentalidade de muitos e cremos também que os missionários terão sustento financeiro mensal completo.

Ore ao Senhor da seara que envie trabalhadores, quem sabe você não é a resposta para sua própria oração. (!?) Pense nisso!

Muitos jamais chegarão aos campos com seus pés, mas poderão chegar através de suas orações e ofertas!

Apoie um missionário no campo!

Desvio de ofertas missionárias.

https://www.youtube.com/watch?v=PN5_ioEyH7w

A falta de temor com o que é doado para Missões chega a ser gritante. O descaso ao suor dos trabalhadores que durante 30 dias vão trabalhar doentes, cansados e em busca do pão de cada dia parece não afetar aquele que deveria utilizar muito bem as ofertas que são trazidas ao Templo do Senhor em prol de Missões.

Tudo é motivo para gastos desnecessários. É mais fácil gastar do que validar o esforço de quem colocou a oferta na salva. Os tempos são difíceis. 

Campos Missionários estão perecendo. Não recebem material impresso adequado a uma boa evangelização. Não recebem condições para chegar a lugares distantes. Muito mal pagam as contas de luz, alimentam o obreiro e mantém o templo aberto.

Parece que esqueceram-se do real motivo que devemos desbravar a terra. Parece que é mais fácil fingir que se apoia um missionário. Enviar uma oferta capenga em vez do valor total arrecadado. Para muitos, é mais fácil estocar, entesourar... Alguém podia ter sido salvo, mas o fracasso do obreiro impediu sua salvação.

É um absurdo ver tantos missionários viajando para África e países pobres, enchendo suas redes sociais de fotos de crianças carentes e pedirem doações para as mesmas que sequer verão a cor do dinheiro arrecadado. Lembrando, que isso não é a realidade de todos. Conheço muitos que realmente investem o dinheiro arrecadado no campo. Entretanto, é mais fácil usar a imagem delas e arrecadar fundos... Depositar uma parte e entesourar o resto. Desviar dinheiro hoje em dia virou a galinha dos ovos de ouro daquele que já perdeu temor a Deus e esqueceu que a JUSTIÇA divina vem!

Esse vício do mal. Essa cara de pau desordenada precisa ter fim. É preciso fiscalizar estes homens que usam imagens de crianças sem consentimento de seus pais e expõem a vida delas em outros países pedindo recursos... Recursos que muitas vezes, nem chegaram ou chegarão em sua totalidade ao fim pedido.

Mercenários que atuam fraudulosamente. Quando o tema for Missões e quando a Oferta é Missionária, o assunto é sério. As contribuições Missionárias devem ser destinadas aos obreiros que estão no campo missionário e não a "missionários" que arrecadam para o campo missionário. O depósito deveria ser feito direto na conta do missionário que está em campo em não por intermediários.

"Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita no ano terceiro, que é o ano dos dízimos, então os dará ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que comam dentro das tuas portas, e se fartem; E dirás perante o Senhor teu Deus: Tirei da minha casa as coisas consagradas e as dei também ao levita, e ao estrangeiro, e ao órfão e à viúva, conforme a todos os teus mandamentos que me tens ordenado; não transgredi os teus mandamentos, nem deles me esqueci; Delas não comi no meu luto, nem delas nada tirei quando imundo, nem delas dei para os mortos; obedeci à voz do Senhor meu Deus; conforme a tudo o que me ordenaste, tenho feito. Olha desde a tua santa habitação, desde o céu, e abençoa o teu povo, a Israel, e a terra que nos deste, como juraste a nossos pais, terra que mana leite e mel. Neste dia, o Senhor teu Deus te manda cumprir estes estatutos e juízos; guarda-os pois, e cumpre-os com todo o teu coração e com toda a tua alma." (Deuteronômio 26.12-16)

Não seja somente uma pessoa que promete, não seja fraudulento, pois os que fazem isso por certo não irão para o céu que Jesus prometeu, onde a injustiça não entrará.

Veja o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=PN5_ioEyH7w

Oito segmentos menos evangelizados no Brasil.


Há anos, o Brasil é conhecido como o grande celeiros de missionários que são enviados para fora do país pregar o Evangelho. Entretanto, ultimamente, se fala que o Brasil há 21 anos ficou estagnado sem nada fazer para evangelizar a própria pátria.

Segundo a Revista Ultimato... Há cerca de 2.000 povos no mundo sem o conhecimento do Evangelho, cerca de 3.000 línguas sem um verso bíblico em seu idioma e dois bilhões de pessoas que não conhecem o Senhor Jesus.

No Brasil, isso não é muito diferente. É mais fácil abrir igrejas nos grandes centros urbanos e as igrejas abertas em pequenas cidades ou povoados passam necessidades e provações com seus ministros tentando sobreviver em vez de ajudar a quem foram levar o Evangelho.

No momento, há oito segmentos reconhecidamente menos evangelizados em nosso país, sendo sete socioculturais e um socioeconômico.

1. Indígenas
Com 117 etnias sem presença missionária e sem o conhecimento do Evangelho. Estas etnias, com pouco ou nenhum conhecimento de Cristo, espalham-se por todo o Brasil com forte concentração no Norte e Nordeste.

2. Ribeirinhos
Na bacia amazônica há 37.000 comunidades ribeirinhas ao longo de centenas de rios e igarapés. As pesquisas mais recentes apontam a ausência de igrejas evangélicas em cerca de 10.000 dessas comunidades.

3. Ciganos (sobretudo da etnia Calón)
Há cerca de 700.000 Ciganos Calón no Brasil e apenas 1.000 se declaram crentes no Senhor Jesus. Os Ciganos espalham-se por todo o território nacional nas grandes e pequenas cidades, vivendo em comunidades nômades, seminômades ou sedentárias.

4. Sertanejos
Louvamos a Deus por tudo que tem ocorrido no Sertão nos últimos 10 anos – centenas de assentamentos sertanejos evangelizados e muitas igrejas plantadas. Há, porém, ainda 6.000 assentamentos sem a presença de uma igreja evangélica.

5. Quilombolas
Formados por comunidades de afrodescendentes que se alojaram em áreas mais ou menos remotas nos últimos 200 anos. Há possivelmente 5.000 comunidades quilombolas no Brasil, sendo 3.524 oficialmente reconhecidas. Estima-se que 2.000 ainda permaneçam sem a presença de uma igreja evangélica.

6. Imigrantes
Há mais de 100 países bem representados no Brasil por meio de imigrantes de longo prazo com uma população de quase 300.000 pessoas. Dentre esses, 27 são países onde não há plena liberdade para o envio missionário ou pregação do Evangelho. Ou seja, dificilmente conseguiríamos enviar missionários para diversos países que estão bem representados entre nós, sobretudo em São Paulo, Brasília, Foz do Iguaçu e Rio de Janeiro.

7. Surdos, com limitações de comunicação
Há mais de nove milhões de pessoas nesta categoria em nosso país e menos de 1% se declara crente no Senhor Jesus. Há pouquíssimas ações missionárias especificamente direcionadas para os surdos em todo o território nacional.

8. Os mais ricos dos ricos e os mais pobres dos pobres
O oitavo segmento não é sociocultural como os demais, mas socioeconômico. Divide-se em dois extremos: os mais ricos dos ricos e os mais pobres dos pobres. As últimas pesquisas nacionais demonstram que a presença evangélica é expressiva nas escalas socioeconômicas que se encontram entre os dois pontos, porém sensivelmente menor nos extremos. Em alguns Estados brasileiros há três vezes menos evangélicos entre os mais ricos e os mais pobres do que nos demais segmentos socioeconômicos.

A Igreja de Cristo foi chamada para ser sal da terra e luz do mundo onde estiver e por onde passar (Mt. 28.19). Foi-lhe entregue também um critério de prioridade nas ações evangelizadoras: onde Cristo não foi anunciado (Rm. 15.20). É, portanto, momento de orar pelo mundo sem Cristo, por a mão no arado e não olhar para trás.

Conheça mais detalhes:

- Departamento de Assuntos Indígenas da Associação de Missões Transculturais do Brasil (DAI/AMTB);
- IBGE 2012;
- Associação Evangélica Pró Ribeirinhos do Brasil;
- Associação Evangélica Pró Ciganos do Nordeste;
- Missão JUVEP – Dados 2014;
- Associação Evangélica Pró Quilombolas do Brasil.



Fonte: 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

RESPEITE OS CRÉDITOS!!!

Por favor, respeite os direitos autorais e a propriedade intelectual (Lei nº 9.610/1998). Você pode copiar os textos para publicação/reprodução e outros, mas sempre que o fizer, façam constar no final de sua publicação, a minha autoria ou das pessoas que posto aqui e que, muitas vezes, aqui escrevem. Afinal, algumas postagens do "Blog Uma Visão Missionária" trazem imagens de fontes externas como o Google Imagens e de outros blog´s.

Se alguma for de sua autoria e não foram dados os devidos créditos, perdoe-me e me avise (pahesa.andrade@gmail.com) para que possa fazê-lo. E não se esqueça de, também, creditar ao meu blog as imagens que forem de minha autoria.

Projeto MICRI e a Expedição Missionária Piauí

Chamado Missionário?

Aniversário do Blog!